Santarém - Pará, 11/12/2019 , 09:11:11 - Bom dia
 
Publicidade


Publicidade

O livro pode ser adquirido por sedex e solicitado a pe. Edilberto
Sena, edilrural@gmail.com ou pelo telefone 0055 93 35231066.

Pagamento via banco Bradesco agencia 0524 C/C 0033059 -0

Polícia pede prisão de suspeito de lançar rojão que atingiu cinegrafista
11/2/2014 / 11:43:07

O delegado Maurício Luciano de Almeida, titular da 17ª DP (São Cristóvão), admitiu já ter identificado o suspeito de ter ateado fogo ao rojão que atingiu, durante um protesto no Centro na última semana, o cinegrafista da Rede Bandeirantes Santiago Andrade, que teve morte cerebral na manhã de segunda-feira. O pedido de prisão do suspeito foi enviado ao Tribunal de Justiça, mas seu nome não foi divulgado.

Em coletiva na noite desta segunda, o delegado Maurício Luciano afirmou que, enquanto não tiver um retorno do Judiciário, as imagens do homem não serão divulgadas: "Caso não encontremos o suspeito, ou ele não seja apresentado pelo advogado, vamos esperar o Judiciário para que possamos divulgar foto do rosto, características físicas e qualificação. As pessoas poderão ligar para o Disque-Denúncia", afirmou Luciano.

O delegado disse que o suspeito de ter acendido o rojão tem entrada em uma delegacia como vítima em uma manifestação. Segundo o titular da 17ª DP, a denúncia pode ser de lesão corporal, e haveria outra anotação, "de pequeno potencial ofensivo, nada muito relevante".

A identificação foi feita a partir de um trabalho de investigação, confirmado na tarde de segunda-feira por Fábio Raposo, o jovem que repassou o artefato explosivo ao suspeito e que está preso no Complexo de Gericinó.

Segundo o delegado Maurício Luciano, Fábio reconheceu o suspeito por meio de foto e também vídeo apresentado por policiais. Sobre o benefício da delação premiada que poderia ser concedido a Fábio Raposo, Almeida disse que a decisão ainda será avaliada:

"Caberá ao Poder Judiciário decidir se ele colaborou eficazmente nesta investigação. Se ele for beneficiado pela delação premiada, o juiz dirá o quanto pode reduzir ou não (a pena)", explicou o delegado.

Os dois foram indiciados por homicídio doloso com artefato explosivo e por crime de explosão. Para o delegado, não há dúvida de que eles agiram com intenção de matar. A pena pode chegar a 35 anos de prisão.

Santiago foi atingido na cabeça por um rojão disparado por um manifestante durante protesto contra o aumento da passagem de ônibus, que foram a R$ 3, na semana passada.

 

Dilma determina ação da PF para apurar morte de cinegrafista

A presidente Dilma Rousseff determinou na segunda-feira (10) que a Polícia Federal participe das investigações no caso do cinegrafista Santiago Andrade.

"A morte cerebral do cinegrafista Santiago Andrade, anunciada hoje, revolta e entristece", disse Dilma em sua conta no Twitter.

"Não é admissível que os protestos democráticos sejam desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas. A liberdade de manifestação é um princípio fundamental da democracia e jamais pode ser usada para matar, ferir, agredir e ameaçar vidas humanas, nem depredar patrimônio público ou privado", continuou. "Determinei à PF que apoie, no que for necessário, as investigações para a aplicação da punição cabível."

 

Perfil

Santiago deixa mulher, uma filha e três enteados. A emissora de rádio BandNews FM chegou a fazer uma campanha de doação de sangue durante o final de semana no Hemorio.

Santi, como era conhecido pelos colegas de profissão, faria dez anos de emissora neste ano. Em julho, o cinegrafista participou do curso "Jornalismo em área de conflito", ministrado pelo CCOPAB (Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil), instituição do Exército.

Em seu depoimento de conclusão de curso, Santiago lembrou de outro colega cinegrafista da Bandeirantes, Gelson Domingos da Silva, morto em 2011 com um tiro de fuzil, durante confronto entre policiais e traficantes na favela de Antares, na zona oeste.

O cinegrafista participou da cobertura da Copa das Confederações e estava escalado para a Copa do Mundo.

(Gazeta do Povo)

Rádio Rural - Todos os Direitos Reservados.

Publica Site: construção e publicação de sites em Santaém e Região Oeste do Pará


 

Para bem visualizar este site, atualize os navegadores