Restrito- login: Senha: Esqueci a senha

No ar

Esporte Notícia

20/5/2015
Ex-São Paulo, Xandão está perto de conquistar título inédito na Rússia

Nesta quinta-feira, a cidade de Krasnodar, na Rússia, vai parar. Às 13h (horário de Brasília), um dos times local, o Kuban, vai disputar a sua primeira final da Copa da Rússia. O adversário será um dos maiores do futebol local: o grande Lokomotiv Moscou. A tradição pesa a favor o time da capital, que não terá moleza. É o que garante o zagueiro Xandão, ex-Flu e São Paulo, que atua no clube.

O brasileiro chegou à equipe em 2013 e já se ambientou ao futebol russo. Ele conta que a atmosfera de Krasnodar por conta da inédita decisão ajuda os jogadores, que terão que acabar com o favoritismo do Lokomotiv para sair com a taça.

- Sabemos que em termos de favoritismo e tradição, o o Lokomotiv leva vantagem. Mas dentro de campo isso tudo acaba. Qualquer equipe que chega à final é por méritos. Se tivemos a oportunidade, fizemos por merecer. O Lokomotiv vai nos respeitar bastante e sabe nossa trajetória para chegar até aqui. Derrubamos o CSKA na semifinal. Será um jogo de muito respeito das duas partes, mas o favoritismo é deles.

Krasnodar é uma das maiores cidades da Rússia e conta com inúmeras indústrias. Os mais de 750 mil habitantes estarão ligados na partida, seja para torcer a favor ou secar, como devem fazer os rivais locais.

- Presidente do Barça fala em naming rights no Camp Nou e garante: 'Queremos conquistar o mundo'

- Os torcedores estão eufóricos com a possibilidade de o time conquistar um título nacional de Primeira Divisão. Sem dúvida, farão festa pelas ruas. A cidade vai parar - disse Xandão.

Xandão foi revelado pelo Guarani em 2006, onde ficou até 2008. De Campinas, transferiu-se para Fluminense e depois jogou no Grêmio Barueri antes de acertar com o São Paulo, clube que o projetou nacional e internacionalmente. Em 2011, o zagueiro deixou o Tricolor para defender o Sporting. Desde 2013 defende o Kuban Krasnodar.

A mudança de hábitos e cultura quando deixou Portugal foi um complicador para a adaptação de Xandão na Rússia. Principalmente no tange ao idioma, bem diferente do português e que ainda não foi completamente dominado pelo zagueiro.

Foi um pouco complicado no começo, principalmente na questão da língua. A minha sorte é que a equipe tinha dois brasileiros quando cheguei, que me ajudaram muito. Hoje estou totalmente adaptado, apesar de não falar ainda fluentemente o russo. Agora tenho um tradutor, que é espanhol - comentou Xandão, para 'cutucar' o profissional.

- Ele traduz tudo para mim, fica mais fácil entender o que as pessoas querem dizer. Mas, por outro lado, o aprendizado da língua fica comprometido, pois ele faz todo o trabalho para mim. Mas consigo viver tranquilamente na Rússia, entendo as palavras do dia a dia. Para pedir comida, falar com os jogadores dentro de campo. Isso eu consigo sem problemas.

(LANCENET!)

 

Anúncios

Mais notícias

25/5/2015

Semifinais do Sub-17: Tapajós fica no empate contra o Norte e Fla derrota o Santo André

25/5/2015

Goleiro Fernando Henrique confirma acerto com o Remo para a Série D

25/5/2015

Após determinação da CBF, número de amarelos por reclamação dispara

22/5/2015

Com participação de Minowa, reunião no Baenão define sete contratações

22/5/2015

Árbitro Dewson Fernando representa o Brasil em evento na Coreia do Sul

Página 1 de 67 - Primeira Anterior [ 1 ] 2 3 4 5 Próxima Ultima

Anúncios e banners
Endereço

Av. São Sebastião, 622-A - Centro
Cep: 68005-090 - Santarém Pará
Fones: (93) 3523-1066/3522-2692
Fone Fax: (93) 3523-2685

Web Mail