Santarém - Pará, 22/01/2020 , 07:38:56 - Bom dia
 
Publicidade


Publicidade

O livro pode ser adquirido por sedex e solicitado a pe. Edilberto
Sena, edilrural@gmail.com ou pelo telefone 0055 93 35231066.

Pagamento via banco Bradesco agencia 0524 C/C 0033059 -0

Praça, para que praça?
9/7/2013

Praça, para que praça?

Deve ser essa a pergunta magoada que fazem os barraqueiros que se alojavam na quase morta praça TIRANDENTES em Santarém. Depois de mais de 10 anos usufruindo do local para sua geração de renda, agora tiveram que sair. Tudo isso, graças á persistência da Associação de Moradores do bairro. Embora os barraqueiros e donos de quiosques tenham sido incomodados, merece aplauso a Associação de Moradores.

Afinal a praça Tiradentes precisa ser cuidada e voltar a ser praça, a sociedade precisa sim de praças e ARBORIZADAS. Avida urbana é carente de espaços públicos dignos para lazer e encontros humanos. Um bairro sem praça, uma cidade sem bosque deixa sua população sufocada, sem espaço para lazer e para encontros. Além disso, a praça Tiradentes tem história própria.

Ali já foi o antigo CURRO, palavra e local hoje sem uso, mas com significado. Curro era a palavra certa para o local onde se matava gado e distribuía carne nos açougues. O boi era encurralado na cerca e ali recebia o golpe de morte, antes de ser esquartejado. Depois que mudaram o local de matança de gado, o local ficou abandonado até que um prefeito de época construiu a praça em homenagem ao Mártir da Independência.

Assim, o Associação de moradores do bairro da Aldeia, resgata sob pressão uma praça, que a partir de agora terá novo visual. Falta ainda a Associação pressionar o poder público para RETIRAR ainda neste ano o apelidado PORTO FLUVIAL de frente da praça. Se não houver pressão e pressão forte, não só da Associação do bairro, mas das federações, Fancos e Unecos, aquilo ali vai continuar por mais 10 anos, prejudicando os viajantes fluviais e causando mal a praça que vai GANHAR novo sentido em breve. E alguém ainda pode indagar, mas praça? Para que praça? As crianças, os jovens e os idosos aposentados dirão- Para quê? Para se viver e respirar, cara pálida!

 

Rádio Rural - Todos os Direitos Reservados.

Publica Site: construção e publicação de sites em Santaém e Região Oeste do Pará


 

Para bem visualizar este site, atualize os navegadores