Santarém - Pará, 29/01/2020 , 08:16:48 - Bom dia
 
Publicidade


Publicidade

O livro pode ser adquirido por sedex e solicitado a pe. Edilberto
Sena, edilrural@gmail.com ou pelo telefone 0055 93 35231066.

Pagamento via banco Bradesco agencia 0524 C/C 0033059 -0

Novo município pode ser desde que os moradores tenham ousadia
10/06/2013

Novo município pode ser desde que os moradores tenham ousadia

Tudo indica que as regiões de Boa Esperança e Lago Grande do Curuai, no município de Santarém, agora podem se tornar novos municípios. Isto é, ase a nova legislação não for mais exclusivista que antes. Necessário é, afinal são regiões com populações grandes e produtivas.

Mas, é necessário que ambas tenham lideranças sociais fortes, solidárias e politizadas. No caso particular do Lago Grande do Curuai, já houve tentativas anteriores, mas foram fracassadas por culpa de políticos profissionais que nunca se interessaram por seu povo, a não ser em épocas de campanhas para serem eleitos.

Outro motivo grande para o fracasso de emancipação do Lago Grande do Curuai, foi a falta de politização da população, acostumada a viver de favores dos políticos e autoridades de fora. Uma população de mais de 20 mil pessoas, um grande lago com fartura de peixes, uma várzea com bom rebanho bovino e bubalino, uma terra-firme apta à agricultura, com tudo isso e mais, o Lago Grande do Curuai tem tudo para ser um município próspero.

Infelizmente falta consciência cidadã da população e faltam políticos sérios e competentes, para uma boa administração que saiba vigiar a produção pesqueira e agrícola, cobrando os impostos necessários e acabando com o desvio de dinheiro público, e assim servir para o bem viver da população.

Criar novos municípios é importante para melhorar a distribuição da renda nacional e estimular a melhoria da qualidade de vida das populações locais. A Receita Federal arrecada bilhões de reais de todos os Estados, mas distribui mal a renda. O fundo de participação dos municípios é uma forma de distribuição da renda nacional.

Resta saber se as populações de Boa Esperança e Lago Grande do Curuai querem sair do abandono, se querem a emancipação, ou se preferem depender da venda de votos em época de eleição e depois continuar sem estradas, sem assistência à saúde, sem vida digna.

Esperar que seus vereadores, deputados e políticos oportunistas continuem a aparecer em época de campanhas, não sairão nunca do atraso. Sindicatos, associações, igrejas e outros, ou entram  na luta ou deixarão a onda passar e serão responsabilizados pelo atraso de suas regiões. 

 

Rádio Rural - Todos os Direitos Reservados.

Publica Site: construção e publicação de sites em Santaém e Região Oeste do Pará


 

Para bem visualizar este site, atualize os navegadores