Santarém - Pará, 29/01/2020 , 09:18:02 - Bom dia
 
Publicidade


Publicidade

O livro pode ser adquirido por sedex e solicitado a pe. Edilberto
Sena, edilrural@gmail.com ou pelo telefone 0055 93 35231066.

Pagamento via banco Bradesco agencia 0524 C/C 0033059 -0

Editorial Especial (RNA) - A população amazônica não será melhor por ter 40 hidroelétricas
22/05/2013

A população amazônica não será melhor por ter 40 hidroelétricas

Embora ainda boa parte das populações da Amazônia continue indiferente aos grandes projetos do PAC do governo federal, já há grupos humanos que não aceitam a ditadura das hidroelétricas, com grandes barragens nos rios da Amazônia. Várias manifestações acontecem em Roraima, Rondônia, Mato Grosso e no Pará.

Nem só de energia dos rios pode o Brasil crescer humanamente. É neste rumo de reflexão e construção de estratégia de resistência que motiva o seminário nestes dias em Brasília. Cerca de 60 pessoas representando vários movimentos de resistência às fontes perversas de geração de energia no Brasil. O tema de estudo é Frente por uma nova política energética no Brasil

As fontes perversas são, a energia nuclear, a energia do petróleo e as hidrelétricas propostas pelo governo federal, além da energia à carvão mineral. Não é possível as populações regionais aceitarem humilhantemente que o governo federal abuse do poder para impor fontes tão perversas de geração de energia.

O seminário promovido pelo Forum de mudanças climáticas e justiça social, acontece na quinta e sexta-feira no centro de encontros da Caritas Brasileira em Brasília.

Ao final, será lançado um manifesto da Frente Por Uma Nova Política Energética para o Brasil, que será apresentado à presidente Dilma Rousseff e seus comandados. A partir do seminário vai ser armada uma grande Aliança Nacional de Combate aos Projetos Hidroelétricos e Energia Nuclear no Brasil.

A Amazônia terá aliados comprometidos com os lutadores resistentes às hidroelétricas. O governo não poderá mais fazer o que quer e como quer. Basta sentir  a força de resistência manifesta pelos povos indígenas nestes dias lá em Belo Monte.

Rádio Rural - Todos os Direitos Reservados.

Publica Site: construção e publicação de sites em Santaém e Região Oeste do Pará


 

Para bem visualizar este site, atualize os navegadores