Restrito- login: Senha: Esqueci a senha

No ar

RURAL SERTANEJO
16 h às 17h30

Com Francimar Farias
Interaja com o programa

Anúncios

Galeria

17/2/2015


17/2/2015


17/2/2015


Agenda e Eventos

Diocese terá novo Diácono

O seminarista Manoel Mota será ordenado Diácono.

A cerimônia será no dia 1º de maio, na igreja matriz de N. Sra. de Nazaré, em Curuai, Lago Grande, às 9h, local de origem do seminarista.

Depois dos estudos de formação em Santarém e em Belém, Manoel Mota será ordenado pela imposição das mãos do bispo da diocese de Óbidos, dom Bernardo Bahlmann.

(Pascom)


15ª Semana da Comunicação

A Diocese de Santarém, através da Pastoral da Comunicação realiza a 15ª Semana da Comunicação.

O evento traz para o debate o tema: Comunicação, família e sociedade em tempos de rede. 

O tema está relacionado à mensagem do papa Francisco para o 49º Dia Mundial das Comunicações, à Campanha da Fraternidade e a Urgência pastoral da Diocese: a Evangelização da Família.

A abertura oficial foi realizada no dia 25 de abril, com uma celebração Eucarística na Catedral de Nossa Senhora da Conceição, às 19h30.

Nas comunidades também houve celebrações de abertura.

Durante a semana, paróquias e comunidades, grupos de jovens, de oração promovem encontros, seminários, roda de conversa, palestras, oficinas, entre outros.

Amanhã (30) será realizado um Painel integrado, às 19h30, no auditório do IESPES, sobre o tema: Comunicação e sociedade em tempos: Do simples ao complexo. 

São Convidados: os Professores Paulo Lima, Rosa Rodrigues e Cléo Neves.

A Taxa de investimento: é de R$ 5,00 para estudantes e R$ 10,00 para profissionais, com direito a certificado.

A inscrição pode ser feita na FIT, IESPES, UFOPA e na Rádio Rural.

Na sexta-feira (1º) às 22h tem o Baile da comunicação, na sede do Fluminense.

A animação será realizada pela Banda Raízes da Terra e Pre-show da caravana Nossa Serenata da Rádio Rural.

Venda de mesas (R$ 50,00) com os membros da Pascom, nas comunidades e na recepção da Rádio Rural.

Haverá também venda de ingressos.

A programação prossegue até o dia 03 de maio, contemplando ainda a Caravana das águas e Puxirum da Comunicação.

(Pascom)

 


Evangelho do dia (29)

Eu vim ao mundo como luz! - Jo 12,44-50

Jesus exclamou: “Quem crê em mim, não é em mim que crê, mas naquele que me enviou. Quem me vê, vê aquele que me enviou. Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas. Se alguém ouve as minhas palavras e não as observa, não sou eu que o julgo, porque vim não para julgar o mundo, mas para salvá-lo. Quem me rejeita e não acolhe as minhas palavras já tem quem o julgue: a palavra que eu falei o julgará no último dia. Porque eu não falei por conta própria, mas o Pai que me enviou, ele é quem me ordenou o que devo dizer e falar. E eu sei: o que ele ordena é vida eterna. Portanto, o que eu falo, eu o falo de acordo com o que o Pai me disse”.

(Portal Paulinas)


Santo do dia (29)

29 de Abril - Santa Catarina de Sena

Catarina era apenas uma irmã leiga da Ordem Terceira Dominicana. Mesmo analfabeta, talvez tenha sido a figura feminina mais impressionante do cristianismo do segundo milênio. Nasceu em 25 de março de 1347, em Sena, na Itália. Seus pais eram muito pobres e ela era uma dos vinte e cinco filhos do casal. Fica fácil imaginar a infância conturbada que Catarina teve. Além de não poder estudar, cresceu franzina, fraca e viveu sempre doente. Mas, mesmo que não fosse assim tão debilitada, certamente a sua missão apostólica a teria fragilizado. Carregava no corpo os estigmas da Paixão de Cristo.

Desejando seguir o caminho da perfeição, aos sete anos de idade consagrou sua virgindade a Deus. Tinha visões durante as orações contemplativas e fazia rigorosas penitências, mesmo contra a oposição familiar. Aos quinze anos, Catarina ingressou na Ordem Terceira de São Domingos. Durante as orações contemplativas, envolvia-se em êxtase, de tal forma que só esse fato possibilitou que convertesse centenas de almas durante a juventude. Já adulta e atuante, começou por ditar cartas ao povo, orientando suas atitudes, convocando para a caridade, o entendimento e a paz. Foi então que enfrentou a primeira dificuldade que muitos achariam impossível de ser vencida: o cisma católico.

Dois papas disputavam o trono de Pedro, dividindo a Igreja e fazendo sofrer a população católica em todo o mundo. Ela viajou por toda a Itália e outros países, ditou cartas a reis, príncipes e governantes católicos, cardeais e bispos, e conseguiu que o papa legítimo, Urbano VI, retomasse sua posição e voltasse para Roma. Fazia setenta anos que o papado estava em Avignon e não em Roma, e a Cúria sofria influências francesas.

Outra dificuldade, intransponível para muitos, que enfrentou serenamente e com firmeza, foi a peste, que matou pelo menos um terço da população europeia. Ela tanto lutou pelos doentes, tantos curou com as próprias mãos e orações, que converteu mais algumas centenas de pagãos. Suas atitudes não deixaram de causar perplexidade em seus contemporâneos. Estava à frente, muitos séculos, dos padrões de sua época, quando a participação da mulher na Igreja era quase nula ou inexistente.

Em meio a tudo isso, deixou obras literárias ditadas e editadas de alto valor histórico, místico e religioso, como o livro "Diálogo sobre a Divina Providência", lido, estudado e respeitado até hoje. Catarina de Sena morreu no dia 29 de abril de 1380, após sofrer um derrame aos trinta e três anos de idade. Sua cabeça está em Sena, onde se mantém sua casa, e seu corpo está em Roma, na Igreja de Santa Maria Sopra Minerva. Foi declarada "doutora da Igreja" pelo papa Paulo VI em 1970.

(Portal Paulinas)

 


Mensagens do ouvinte

Anúncios e banners
Anúncios e banners
Anúncios e banners