Restrito- login: Senha: Esqueci a senha

No ar

MUSICA ORQUESTRA

Com Ronnie Dantas
Interaja com o programa

Plantão de notícias

18/9/2014
> COSTA DO TAPARÁ

Exploração de barro causa danos ao meio ambiente e prejudica moradores de Costa do Tapará

O morador de Costa do Tapará, Jorge Batista Campos, compareceu à redação da Rádio Rural para denunciar e pedir providência das autoridades competentes para uma situação que ele considera grave na comunidade. Trata-se da retirada de barro para a fabricação de telha e tijolo. O explorador, segundo Jorge Batista, é um empresário de Santarém


18/9/2014
> BENEFÍCIOS

Z-20 se prepara para receber documentação de pescadores visando o seguro defeso

O próximo dia 6 de outubro é data estabelecida para que cada coordenador apresente a documentação dos pescadores de sua respectiva área na Z-20, confirma o diretor


18/9/2014
> INJÚRIA RACIAL

Caso de racismo em Altamira: estudante vítima de injúria racial pela internet recebe mensagens de apoio

Além da Universidade, Sonia Regina recebeu apoio dos colegas e de pessoas estranhas através das redes sociais de várias localidades do Estado


18/9/2014
> POLÊMICA

Sairé 2014: polêmica sobre acesso ao Sairódromo continua repercutindo em Santarém

A Festa do Sairé acabou, mas ficou a polêmica sobre o acesso ao Lago dos Botos (Sairódromo) na noite do último sábado (13) e madrugada de domingo (14) 

 


18/9/2014
> FÉ E DEVOÇÃO

Círio de Nossa Senhora da Conceição: 26 homenagens serão realizadas no dia do Círio

Segundo o coordenador do Círio, Gilberto Dinelle, haverá homenagem também sábado à noite na transladação da imagem para a Igreja de São Sebastião e no Círio das Crianças que sairá da Igreja de São Raimundo Nonato


Anúncios

Editorial

Galeria

30/6/2014


27/6/2014


Agenda e Eventos

Nesta quinta-feira (18) é Dia dos Símbolos Nacionais

Há quatro símbolos significativos da pátria, ou seja, símbolos nacionais: a Bandeira Nacional, o "Hino nacional", as Armas Nacionais e o Selo Nacional.


Evangelho desta quinta

A fé que salva - Lc 7,36-50

Jesus entrou na casa do fariseu e sentou-se à mesa. Havia na cidade uma mulher que era pecadora. Quando soube que Jesus estava à mesa na casa do fariseu, trouxe um frasco de alabastro, cheio de perfume, postou-se atrás, aos pés de Jesus e, chorando, lavou-os com suas lágrimas.Então ela os enxugou com os seus próprios cabelos. Ela beijava os pés de Jesus e derramava o perfume neles. Quando o fariseu viu isso, pensou assim: "se este homem fosse, de fato, um profeta saberia quem é esta mulher que está tocando nele e a vida de pecado que ela leva". Jesus então, disse ao fariseu: - Simão, tenho uma coisa a lhe dizer: - Fale, Mestre!- respondeu Simão. Jesus disse: " Dois homens tinham uma dívida com um homem que costumava emprestar dinheiro. Um deles devia quinhentas de prata, e o outro, cinquenta, mas nenhum dos dois podiam pagar ao homem que havia emprestado. Então ele perdoou a dívida de cada um. Qual dele vai estimá-lo mais?" - Eu acho que é aquele que foi mais perdoado! - respondeu Simão. - Você está certo! - disse Jesus. E voltando-se para a mulher, disse a Simão: “Estás vendo esta mulher? Quando entrei na tua casa, não me ofereceste água para lavar os pés; ela, porém, lavou meus pés com lágrimas e os enxugou com seus cabelos. Você não me beijou quando cheguei; ela, porém, não pára de beijar os meus pés desde que entrei. Você não pôs azeite perfumado na minha cabeça, porém ela derramou perfume nos meus pés. Por isso te digo: os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados, pois ela mostrou muito amor. Aquele, porém, a quem menos se perdoa, ama menos." Então Jesus disse à mulher: - Os seus pecados estão perdoados. Os que estavam sentados à mesa começaram perguntar: - Que homem é esse que até perdoa pecados? Mas Jesus disse à mulher: - A sua fé salvou você. Vá em paz.

(PASCOM) 


Nesta quinta-feira (18) é Dia de São José Copertino!

No dia 17 de junho de 1603, nasceu, no reino de Nápoles, na aldeia de Copertino, um menino de nome José. Era o filho mais novo da família Desa, cujo pai, um pobre carpinteiro, mal conseguia sustentar a família. Ele veio ao mundo num pequeno estábulo, onde permaneceu nos primeiros meses de vida, porque o pai, endividado, teve de vender o pouco que possuíam.

Já naquela época os desníveis sociais geravam miséria, insegurança e sofrimento, impedindo que filhos de famílias pobres estudassem e desenvolvessem sua cultura e inteligência. Mas, apesar de iletrado, o menino foi criado no rigor dos ensinamentos de Cristo, pois sua família era muito religiosa. Assim foi a infância de José. Os únicos talentos por ele manifestados foram de ordem espiritual: o da oração e o da caridade para com os mais necessitados, que sofriam as agruras da miséria, como ele.

Quando completou dezessete anos, estava determinado a tornar-se frade. Mas até os capuchinhos que o haviam aceitado como irmão leigo fizeram-no devolver o hábito, por causa da sua grande confusão mental. Isso causou a José um sofrimento muito grande. Mas não desistiu. Finalmente, foi aceito no Convento de Grotella, pelos Frades Menores, que o acolheram e lhe deram uma tarefa simples: cuidar de uma mula.

Mesmo renegado, estava determinado a ser sacerdote. Foi então que as graças divinas começaram a intervir na sua vida. Apesar da dificuldade que tinha em estudar, milagrosamente saía-se muito bem nas provas para tornar-se sacerdote. Desde então, começaram a aparecer sinais de predileção divina e fenômenos que atestavam sua santidade interior, presenciados pela comunidade de fiéis e irmãos da Ordem. Eram manifestações extraordinárias, como, por exemplo, curas totalmente milagrosas de doentes de todos os tipos de enfermidades. Ainda: em êxtases de oração, caminhava pela igreja sem colocar os pés no chão e, sem tomar nenhum cuidado com o corpo, exalava um fino e delicado odor. Por tudo isso, já era venerado em vida como santo.

Outro fato relevante na vida de José de Copertino é que, apesar de quase não ter nenhum estudo teológico, tinha o dom da ciência e era consultado por teólogos a respeito de questões delicadas. Espantosamente, tinha sempre respostas sábias e claras. Com isso, José conquistou a glória máxima e, mesmo sendo considerado o frade mais ignorante de toda a Ordem franciscana, sua fama de bom cristão, seu comportamento peculiar e seus milagres chegoaram a Roma. O papa Urbano VIII convocou-o e recebeu-o com as honras de que era merecedor. Talvez esse tenha sido um dos dias mais felizes na vida de José de Copertino.

Em 1628, foi ordenado sacerdote. José de Copertino mergulhou tão profundamente nas coisas de Deus que acabou se tornando um conselheiro de padres, bispos, cardeais, chefes de Estado e religiosos em geral. Todos o procuravam. E ele os atendia com paciência, humildade e sabedoria, indicando-lhes a luz de que necessitavam.
José de Copertino morreu aos sessenta anos de idade, no dia 18 de setembro de 1663, no Convento de Osímo, Itália. O local, que se tornara um ponto de peregrinação com ele ainda vivo, tornou-se, imediatamente, um santuário a ele dedicado. Festejado liturgicamente no dia de sua morte, este singular frade franciscano é considerado pelos estudiosos como "o santo mais simpático da hagiografia católica".

Os freqüentes êxtases espirituais, que lhe permitiam "voar" literalmente pela igreja, fizeram de são José de Copertino o padroeiro dos aviadores e pára-quedistas. Também, devido à sua determinação diante das numerosas dificuldades encontradas nos estudos e exames de seleção, é considerado o santo padroeiro dos estudantes que se encontram nessa condição, anualmente.


Comunitários preparam festa de Santa Terezinha

Desde o último dia 09, os comunitários do bairro Jardim Santarém preparam as festividades de sua padroeira, Santa Terezinha do Menino Jesus. São novenas junto às famílias da comunidade, com o objetivo de convidá-las a participarem dos festejos. Essas visitas peregrinas prosseguem até o dia 19.

A festa se intensifica no período de 25 deste mês a 1º de outubro, e traz para a reflexão o tema: “Com a Padroeira das missões, valorizemos a vida e a liberdade”.    

(PASCOM)


Mensagens do ouvinte

Anúncios e banners
Anúncios e banners

Enquete

Anúncios e banners
Cartaz

Endereço

Av. São Sebastião, 622-A - Centro
Cep: 68005-090 - Santarém Pará
Fones: (93) 3523-1066/3522-2692
Fone Fax: (93) 3523-2685